domingo, 23 de setembro de 2012

Direcção por um fio!

Muito se discute a continuidade de Sá Pinto. Amanhã se os 3 pontos não forem nossos diz-se que será o último jogo do treinador em Alvalade. Até já se fala em Scolari. Eu volto o filme atrás e digo o que disse aquando da saída de Domingos. Dar o dito por não dito, valorizar Domingos num dia e despedi-lo no seguinte, para salvar a pele da equipa directiva e apelar à emoção dos adeptos na chamada do treinador mais sportinguista de Portugal era a opção mais arriscada que a direcção podia tomar. Porque a partir do momento em que se colocaria em causa o trabalho de Sá Pinto, o problema não passaria apenas pela gestão técnica mas acima de tudo pela opção directiva. Muitos são os treinadores que já passaram em Alvalade, nem todos sofrem de falta de competência, porque a falta de competência está em quem os coloca lá ou não lhes dá as condições devidas para um trabalho rentável.

Portanto, volto a puxar o filme atrás novamente, era madrugada de dia 27 de Março de 2011 e indignado disse que os resultados eleitorais seriam mais um período perdido na história do Sporting. A continuidade ganhava e a ruptura que todos pretendiam antes das eleições ficava adiada por tempo indeterminado. Hoje em dia os apoiantes da continuidade começam a dar sinais de descontentamento. Se por ventura Sá Pinto for o problema para a continuidade, sejam verdadeiros leões e rompam de vez com a filosofia da mediocridade que se instalou no nosso clube. Porque o Sporting somos nós!

1 comentário:

Céus de Jade disse...

Outro Sportinguista!!! Viva o Sporting. Saudações leoninas!!! E boa semana.